Colunista

FINANÇAS EMPRESARIAIS: VOCÊ CONHECE A SUA EMPRESA?

É sabido que o mercado está a cada dia mais competitivo e a concorrência cada vez mais acirrada. Em um cenário socioeconomicamente instável, ter em mãos o máximo de informações possíveis nos dá um importante diferencial competitivo no processo de tomada de decisão. Fatores como: planejamento, controle de custos e despesas aliados ao treinamento de colaboradores sempre geraram ótimos resultados aos gestores que os praticam. Observe que empresários que possuem maior dificuldade de gerir os seus negócios, também possuem deficiência em algum dos processos que mencionamos acima. É cada vez mais comum encontrarmos entidades passando por dificuldades financeiras e seus principais gestores reclamando de tudo, uma hora do governo, outra do colaborador, do concorrente, mas quando paramos para fazer uma simples análise, logo identificamos que o que o levou àquela dificuldade foi a deficiência de informações em seu processo de gestão. Muitos gestores não fazem idéia do que é um fluxo de caixa, ou ao menos conseguem ter respostas as perguntas:


• Quanto custa sua empresa aberta das oito horas da manhã às dezoito horas vendendo ou não?

• Quanto sua empresa faturou real do dia 01/01/2018 a 31/12/2018?

• O faturamento de 2018 foi maior, igual ou pior que o faturamento de 2017?

• Quanto sua empresa faturou do primeiro dia do ano de 2019 até hoje?

• Qual foi o percentual de crescimento que você e sua equipe estipularam para esse ano? Estão conseguindo atingir seus objetivos?

• Quantas vezes se reuniu com seu contador ou administrador financeiro desde que abriu sua empresa para discutir não apenas redução de impostos, mas como fazer com que sua empresa cresça aproveitando as oportunidades do mercado?


Quando questionamos micro e pequenos empresários sobre esses aspectos, nos deparamos com gestores que, na maioria das vezes, não fazem idéia do que responder por falta de informação. Alguns até possuem dados, mas dificilmente podem ser utilizados como informação por não permitirem comparações pertinentes para um seguro processo de decisão. Com essas reflexões, busco trazer à tona a importância da informação oficial e não oficiosa sobre o que acontece na entidade ao qual administramos. Ter um fluxo de caixa bem elaborado em mãos nos permite planejar e decidir de forma mais assertiva o dia, o mês, o semestre e o ano. Nunca se esqueça que um barco sem remos e sem motor no meio do oceano vai para onde o vento o levar. Sonhe, planeje e realize!

Fábio Silvério
O Contador, Professor, Especialista em Gestão Empresarial e Consultoria e Palestrante atuante em Jales/SP e região traz informações muito interessante

SOBRANCELHAS: VOCÊ SABE O PODER DELAS?

Anterior

ATRASO DE FALA: QUANDO BUSCAR AJUDA?

Próximo

Notícias relacionadas