Colunista

HÁBITOS QUE ESTRAGAM OS DENTES

Cuidar da saúde bucal vai muito além das escovações diárias recomendadas pelos dentistas. Além de dedicar tempo à atividade, principalmente após as refeições, é preciso ficar de olho em alguns hábitos corriqueiros que prejudicam os dentes, mas que passam despercebidos.

Num primeiro momento, alguns hábitos parecem inofensivos. A longo prazo, porém, eles resultam em agressões graves à estrutura dental, com desgaste das extremidades dos dentes e inflamações na gengiva. A musculatura envolvida no processo de mastigação também é impactada pelo esforço repetitivo, aumentando dores musculares e articulares durante as refeições.

Confira comportamentos que podem comprometer a sua saúde bucal:

• Abrir garrafas e embalagens com os dentes: Exerce uma força excessiva no dente podendo causar trincas ou fraturas.

• Morder tampas de canetas: Muitas vezes as pessoas fazem isso sem se dar conta, mas este hábito também pode causar trincas e fraturas e danos aos tecidos que sustentam o dente.

• Escovar os dentes de qualquer jeito: uma escovação inadequada não remove totalmente os resíduos dos alimentos, não removendo completamente as bactérias que podem causar cáries, inflamações de gengiva e mau hálito. E também, uma força excessiva durante a escovação machuca e empurra a gengiva expondo a raiz, deixando os dentes sensíveis.

• Café e vinho em excesso: O problema aqui não é o alimento em si, mas o corante, todo alimento com corante em excesso mancham e escurecem os dentes dando um aspecto envelhecido ao sorriso.

• Refrigerante e açúcar: Alimentos açucarados danificam as estruturas de proteção dos dentes, deixando sensíveis e podem causar cáries.

• Palitar os dentes: palitos podem gerar desgastes na estrutura dos dentes, deixando sensíveis e machucam a gengiva, além de não realizar a limpeza adequada. O correto é usar fio dental.

• Alimentos ácidos: a acidez provoca a desmineralização do esmalte do dente, causando sensibilidade.

• Morder alimentos muito duros: quebrar, triturar ou partir alimentos muito duros causam muito esforço na estrutura dentária e podem causar desgastes, trincas ou fraturas, além do esforço muscular.

• Roer as unhas: Este pra muitos é um vício, mas causa um atrito repetitivo levando ao estresse das estruturas dos dentes, que tendem a apresentar lascas e fraturas com mais facilidade, além de contribuir para a retração da gengiva e até a reabsorção radicular do dente, ou seja, um “encurtamento” da raiz do dente. E tem mais: o estresse causado pelo ato de roer as unhas pode piorar dores musculares, devido ao esforço e tensão.

• Cigarros: Fumar não é um bom hábito para a saúde de uma maneira geral. Os dentes, que ficam em contato direto com as substâncias tóxicas expelidas pela fumaça do cigarro são os primeiros a sentir os efeitos negativos do vício. Ocorrem manchamentos nos dentes e as substâncias presentes no cigarro diminuem a vascularização dos tecidos moles que envolvem os dentes, diminuindo sua capacidade de nutrição e proteção, causando inflamações. Em casos mais graves, ocorre a perda dos dentes.

Agora que você já sabe dos hábitos que podem danificar os dentes, para manter o sorriso bonito e saudável é preciso evitar alguns e ter cautela com outros, além de visitar regularmente o seu dentista.

Dra. Márcia do Espírito Santo
Cirurgiã-Dentista atuante em Jales/SP.

GATOS NÃO SÃO CACHORROS: ENTENDA A DIFERENÇA

Anterior

ANABOLIZANTES E OS SEUS PERIGOS

Próximo

Notícias relacionadas