Colunista

VINHOS PARA AS FESTAS: SAIBA COMO COMBINAR

Olá! As celebrações vão começar e não poderia haver época melhor para iniciarmos esta coluna sobre vinhos, não é mesmo? Quero trazer aqui algumas das suas infinitas e possíveis harmonizações de vinhos. As elevadas temperaturas pedem bebidas refrescantes e leves, por isso é um período em que vinhos brancos, rosês e espumantes estarão muito presentes nas ceias de Natal e Réveillon. Leves, oferecem frescor e combinam perfeitamente com infinitos pratos. Mas, gostaria de ressaltar que não precisamos de momentos tão importantes ou datas comemorativas para se abrir um bom vinho ou espumante.

Em qualquer clima, com qualquer prato, sem prato, gosto e bolso. Do clima mais seco ao mais frio, do sabor mais doce ao mais seco, do mais alcoólico ao menor álcool, do mais jovem ao mais velho, existem mais de 10.000 uvas cultivadas em todo mundo e é por isso que amo vinho e espero que você goste também!

Nas festividades, comece por servir uma taça de espumante geladinha na recepção dos convidados, um brut rosê nacional da Serra Catarinense que é refrescante, leve e aromático, fácil de agradar, um drink a base de vinho branco e frutas leve, clássico e rico em aromas. Ou quem sabe se você quer impressionar em conhecimento, que tal um espumante italiano pelo método tradicional bem cremoso e premiado, como o Ferrari? Calma, o queridinho Moscatel terá sua vez já-já. Abuse, os espumantes (brut) harmonizam com todos os tipos de pratos, desde entradas até sobremesas.

Para as entrada que são leves e tem a função de abrir o apetite, os vinhos devem complementar esta ideia em leveza também. Canapés, antepastos, petiscos, um carpáccio, os frutos do mar, as saladas... a minha sugestão é um espumante branco brut frutado, fresco e jovem nacional pelo método Charmat, Champagne que é cremoso e delicado para os sashimis seria perfeito, vinhos rosês de Provence e vinhos brancos da uva Pinot Grigio, Vermentino, Riesling, Viognier farão excelente companhia pois, estes vinhos são incrivelmente aromáticos, jovens e frescos. Sirva-os gelado a 6 graus. Os pratos quentes mas, leves, como risoto de camarão ou limão siciliano, os vinhos e espumante indicados acima são perfeitos.

Para quem não abre mão de um vinho tinto, opte por um vinho mais equilibrado entre acidez e taninos. Sugiro Blends do Sul da França, que são leves e aromáticos, Carmènere chileno jovem que é mais frutado, o elegante Pinot Noir argentino do Vale do Uco e quem sabe um bom Gamay da França que é um vinho mais fino e gastronômico. Estes, harmonizam com a grande variedade de pratos quentes à base de especiarias e carnes como, peru, leitão, cordeiro e até mesmo um o delicioso bacalhau ou salmão.

Evite nestes dias vinhos de uva Malbec, Tannat, Shiraz/Syrah e Cabernet Sauvignon pois, por terem alta concentração de taninos podem “pesar” um pouco. Se rolar pizza entre festas, espumante brut branco e vinhos brancos secos de Chardonnay sem madeira e tintos de Sangiovese jovem da Toscana são ideais.

E elas não poderiam faltar aqui, as sobremesas não é mesmo? Panetones, frutas, mousses e tortas. Chegou a vez dele, o queridinho das festas, o Moscatel! Claro, um nacional de boa qualidade da Serra Gaúcha. Ele mesmo, suave e cítrico que vai harmonizar perfeitamente com o adocicado das sobremesas e cítrico das frutas. Servir bem geladinho e pode também receber pedacinhos de frutas e gelo.

Espero que você tenha se agradado com as sugestões e tenha se empolgado para montar uma grandiosa festa. Boa degustação, um grande brinde e até o próximo tema!

Feliz Natal e Feliz Ano Novo!


Marília Riate
Proprietária da Lareto Presentes e Adega, em Jales/SP.

RESOLUÇÕES DE ANO NOVO: IDEALIZANDO UM ANO MELHOR

Anterior

SEJA BEM-VINDO EM SUA CASA

Próximo

Notícias relacionadas